Prefeito assassinado durante caminhada era investigado por fraudes em construção de escolas.
25/12/2019 07:54 em NOTÍCIAS

O prefeito João Gregório Neto, assassinado na manhã dessa terça (24) era investigado por fraudes em licitações de empresas para construção de escolas em Granjeiro, município do Ceará. De acordo com as investigações da Operação Bricolagem, João Gregório movimentou cerca de R$ 26 milhões num período de dois anos na conta de um parente beneficiário de aposentadoria rural. A Polícia Federal encontrou R$ 213 mil em caixas de sapato na casa do gestor.

-Além do desvio, do próprio crime de fraude, ainda há a lavagem de dinheiro. Fora a questão social, um município pobre, com IDH baixíssimo e, além disso, tem os recursos desviados. São indícios muito fortes de desvios, e uma movimentação vultosa na conta de um aposentado rural-, destacou a delegada da PF, Josefa Maria Lourenço da Silva.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!